Deputado Gilberto Ribeiro lança projeto em defesa do Meio Ambiente.

Foto: Nani Goes

Os veículos automotivos estão cada vez mais modernos, com mudanças que proporcionam mais conforto e segurança aos motoristas. Uma delas, porem, chama a atenção: o aumento da área com vidros nos veículos.

Desde 1970, pode-se dizer que houve um crescimento relativamente alto da área total envidraçada, incluindo a dos para-brisas. Tudo isso para beneficiar os motoristas, deixando os carros mais leves e potentes, proporcionando maior visibilidade com segurança. Porém, tal evolução, ao garantir uma máquina mais confiável, pode contribuir diretamente para o ambiente em que vivemos.

Sabe-se que não há estimativa de tempo para a decomposição do vidro, se jogado na natureza. Porém, o vidro pode ser reciclado infinitamente, sem perda da qualidade ou pureza do produto. Uma garrafa de vidro gera outra exatamente igual, independentemente do número de vezes que o caco vai ao forno para ser reciclado.

A produção a partir do próprio vidro também poupa a extração de minérios e reduz o consumo de energia, emitindo menos resíduos particulados e C02, o que contribui significativamente para a preservação do meio ambiente. Por esses motivos, o Deputado Gilberto Ribeiro propõe o seguinte Projeto de Lei: todas as empresas, localizadas no Estado, que tenham em sua atividade a venda e instalação de vidros automotivos, ficam responsáveis pela destinação final ou pela reciclagem desses produtos, sem causar impacto ao meio ambiente e de modo a atender a Legislação ambiental em vigor.

Também constitui responsabilidade das empresas o processo de manipulação, acondicionamento, transporte, armazenamento, tratamento, reciclagem e a destinação final dos produtos tratados par esta Lei.

As empresas deverão comprovar, quando solicitada, através de documento hábil, a destinação que deram aos produtos.

Alguns Estados da Federação já saíram na frente e estão adotando medidas para diminuir esse impacto ambiental. Temos como exemplo o Estado do Espirito Santo, que em 2008 aprovou matéria nesse sentido, (Lei n° 9.013/2008), obrigando as empresas que trabalham com a venda e instalação de vidros automotivos a destinarem seus produtos a reciclagem.

 Deputado Gilberto Ribeiro: “Com você, pra você e pra mais ninguém!”

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *