CCJ vai discutir projeto que institui a obrigatoriedade de reserva mínima de 5% de vagas de trabalho para mulheres na área da construção civil em obras públicas

Eduardo Santana (Alep) – A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa reúne-se nesta terça-feira (25), às 13h30, na Sala das Comissões do Legislativo, para analisar e votar uma pauta composta por 36 itens. Entre eles os projetos de lei 452/2015, de autoria do deputado Gilberto Ribeiro (PSB), que institui a obrigatoriedade de reserva mínima de 5% de vagas de trabalho para mulheres na área da construção civil em obras públicas e dá outras providências; e 196/2015, de autoria do deputado Felipe Francischini (SD), que dispõe sobre a instalação e monitoramento de câmeras com sistema “OCR” (reconhecimento óptico de caracteres) nas praças de pedágio do Paraná.

Gilberto Ribeiro propõe medidas para evitar ataques por animais domésticos

Projeto do deputado Gilberto Ribeiro (PSB) cria uma série de medidas obrigatórias com o fim de diminuir e/ou impedir o ataque de animais domésticos

Com o objetivo de instituir medidas de proteção a funcionários que prestam serviços públicos diretamente na casa dos paranaenses, o deputado Gilberto Ribeiro apresentou o PL nº 596/2015 que “Dispõe sobre normas de segurança e proteção contra mordidas de animais domésticos no âmbito do Estado do Paraná”.

Segundo o autor “é comum que muitos destes trabalhadores sejam atacados por animais domésticos de guarda… É comum no Paraná, em diversas cidades, que ocorram ataques contra os funcionários dos Correios, Copel ou Sanepar, e de outras instituições que prestam serviços públicos e, muitas vezes, estes serviços acabam sendo interrompidos devido aos riscos que estes trabalhadores correm”.

Vale lembrar que animais são instintivos e podem atacar quem invada seu território.

Para conhecer o projeto, clique aqui.

Gilberto Ribeiro assinou documento contra prorrogação dos atuais contratos de pedágio

/// Blog da Roseli Abrão

O documento levado a Brasília contem 26 assinaturas, mas poderia ter mais, segundo o deputado Nelson Luersen. É que, segundo ele, se todos os parlamentares estivessem em plenário, a adesão seria maior.

Assinaram o documento deputados de oposição, da bancada independente e até mesmo integrantes da base de apoio ao governo Beto Richa.

Assinaram o documento contra a prorrogação dos atuais contratos de pedágio os deputados:

Nelson Luersen (PDT), Márcio Paulik (PDT), Márcio Pacheco (PPL), Chico Brasileiro (PSD), Requião Filho (PMDB), Edson Praczyk (PRB), Gilberto Ribeiro (PSB), Adelino Ribeiro (PSL), Ney Leprevost (PSD), Rasca Rodrigues (PV), Cobra Repórter (PSC), Hussein Bakri (PSC), José Carlos Sciavinato (PP), Leonaldo Paranhos (PSC), Péricles de Mello (PT), Claudio Palozi (PSC), Nereu Moura (PMDB), Tadeu Veneri (PT), Artagão de Mattos Leão Jr. (PMDB), Evandro Araújo (PSC), Anibelli Neto (PMDB), Cláudia Pereira (PSC), Ademir Bier (PMDB) e Gilson de Souza (PSC).

Gilberto Ribeiro propõe incentivo ao uso de giz antialérgico nas escolas do Paraná

Projeto de autoria do deputado estadual Gilberto Ribeiro (PSB), visa a disponibilização e incentivo ao uso exclusivo de giz antialérgico em todas as escolas do Estado do Paraná, públicas ou privadas.

Já é sabido que o giz convencional é causador de muitos processos alérgicos, especialmente as rinites e dermatites, causando afastamento de professores das salas de aula, além de agravar problemas respiratórios, a longo prazo, nos profissionais da educação.

Um pouco mais caro, o giz antialérgico leva enormes vantagens sobre o giz comum, principalmente, pelo fato de preservar a saúde de professores e alunos, além de ser mais macio, não espalhar pó, não sujar as mãos, não quebrar fácil e não ser tóxico, mas, (e) principalmente, por ser um preventivo à saúde dos profissionais.

O projeto, agora, vai ser discutido pela CCJ- Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Paraná

Piraquara é oficialmente a Capital das Águas do Paraná

Do Blog do Chicão Somavilla

Barragem do Cayuguava - Piraquara I (Foto: Bruno Oliveira)

Foi publicado no diário oficial do Estado do Paraná, desta segunda-feira (27), algumas datas comemorativas e a concessão de títulos de utilidade pública assinadas pelo governador Beto Richa (PSDB). Entre as cidades mencionadas no documento, está Piraquara. O município recebeu o título de Capital das Águas do Paraná.
O projeto foi aprovado pela Assembleia Legislativa no último dia 15 de julho. A autoria é do deputado Gilberto Ribeiro (PSB).

Capital das Águas
A cidade de Piraquara é responsável pelo fornecimento de mais de 50% da água potável destinada à Curitiba e alguns municípios da Região Metropolitana. Com cerca de 125 anos de existência, Piraquara tem área de proteção ambiental permante, nascentes e as represas Piraquara I, II e II, além da Barragem do Iraí (juntamente com Pinhais e Quatro Barras). O município inclusive já foi chamado de “Berço das Águas” e “Cidade dos Mananciais”.

Comentário

Dado importante, pois este recurso natural está minguando no mundo inteiro e sua preservação deve prever a sustentabilidade. Piraquara merece um significativo aumento nos royalties, uma vez que sofre prejuízos fiscais na arrecadação pelo fato de que empresas de diversos segmentos não podem se instalar no município dada à necessidade da preservação de seus mananciais.