Gilberto Ribeiro é Cidadão Honorário de Campina Grande do Sul

930521a4-4098-481c-b59c-c4589127435aNesta segunda (27), o deputado estadual recebeu o título de Cidadão Honorário da cidade de Campina Grande do Sul.

 

 

Veja as fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Projeto do deputado Gilberto Ribeiro quer garantir porte de arma a policiais aposentados

portedearmaAtravés do Projeto de Lei nº 259/2016 o deputado estadual Gilberto Ribeiro (PRB) quer que os policiais civis aposentados e policiais militares reformados passem a ter direito legal de portarem armas de fogo, da mesma maneira como é garantido no exercício de suas funções na ativa, sem a necessidade de exame ou autorização prévia.

Ao se aposentar, o policial paranaense perde seu direito de porte de arma funcional. Os policiais que pretendem continuar portando arma de fogo (até para garantir sua segurança e de sua família pela profissão exercida por anos a fio), depois de aposentados ou na reserva, necessitam seguir os trâmites do porte de arma convencional, em que é necessária a autorização prévia, e realização de exames de capacitação técnica para porte de arma.

Os policiais, em sua carreira, prestam importantíssimo serviço á sociedade paranaense, na luta diária contra a criminalidade, e em favor da proteção do cidadão, colocando, muitas vezes, a própria vida em risco. Ao se aposentar, este policial, mesmo não exercendo mais suas atividades profissionais, carregará para sempre a marca de quem foi um defensor da sociedade, onde colecionou muitos amigos, mas muitos inimigos, também. A retirada do porte de arma de um policial aposentado ou na reforma, não se justifica. Manter o porte de arma a estes profissionais que dedicaram suas vidas à segurança pública é uma reivindicação das categorias policiais civil e militares.

Com o objetivo de garantir este direito, o Deputado Estadual Gilberto Ribeiro apresentou o Projeto de Lei nº 259/2016, que pode ser lido na íntegra, clicando aqui.

Gilberto Ribeiro quer que leites especiais sejam fornecidos gratuitamente pelo Estado

16O deputado estadual Gilberto Ribeiro (PRB) apresentou o Projeto de Lei nº 253/2016 com o objetivo de garantir que o Estado do Paraná venha a distribuir, gratuitamente, leites especiais às crianças que dele necessitam.

Para o deputado estadual Gilberto Ribeiro, a intolerância aos carboidratos ou proteínas do leite pode resultar em diversas enfermidades no trato digestivo, assim como de fatores respiratórios, além de reações anafiláticas que culminam em perda de peso, déficit nutricional, no crescimento da criança, e, em casos extremos, a morte.

O Projeto de Lei nº 253/2016 trata  do fornecimento de leites com fórmulas especiais, especificamente sem lactose, com proteínas hidrolisadas ou livres de aminoácidos.

O deputado estadual Gilberto Ribeiro clarifica que o objetivo do Projeto de Lei nº 253/2016 é instituir a política de distribuição de leite adaptado com fórmulas especiais, de forma gratuita, a todas as crianças que apresentam condições de saúde especiais, ou seja, que possuem intolerância à lactose ou às proteínas do leite.

Uma vez que sejam detectados os quadros clínicos, os lactentes devem consumir o leite com fórmulas especiais, livres de lactose ou com proteínas hidrolisadas. No entanto, o preço desse tipo de alimento é elevado, em comparação com o leite comum, o que acaba fazendo que muitas famílias não tenham acesso a este tipo de alimento especial.

É dever do poder público zelar e promover condições de saúde digna, tomando medidas que contribuam para a melhoria da qualidade de vida de todo cidadão. Este projeto visa atender às crianças paranaenses em fase de lactação e que possuam intolerância à lactose, ou alergia às proteínas do leite.

Para conhecer o Projeto de Lei 253/2016, na íntegra, clique aqui.